Resenha/Comentário – Cinquenta Tons Mais Escuros

Depois de uma década de lido, finalmente a resenha da continuação de Cinquenta Tons de cinza.

 
CINQUENTA_TONS_MAIS_ESCUROS Cinquenta Tons Mais Escuros (50tons#2)
EL James – Intrínseca – Pág 512

“Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e concentra-se em sua nova carreira, numa editora de livros.  Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, Ana descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana se vê diante da decisão mais importante da sua vida.”

Depois de ter ficado traumatizada com 50 Tons (Sim, eu não gostei dele logo que li, e é comparado aos outros 2 é péssimo), demorei cerca de 3 meses pra pegar para ler esse livro. E juro, é ótimo! Quem desistiu no primeiro respire fundo e pegue o segundo.

O problema da série é que ela foi vendida como se foce pornografia, e no fim não é exatamente isso. O livro tem sim cenas pesadas, mas o foco dele muito dificilmente é isso. A coisa toda é bem mais o psicológico da relação de Christian e Ana e dos problemas dessa relação. O que um espera do outro, e os “limites rígidos” de cada um.

E é bem isso que vamos ver em Cinquenta Tons Mais Escuros, Christian percebe que Ana é mais importante para ele que seus limites, suas regras e seu controle. Mas ele poderá se livrar de seu passado? E mais ainda, de seus 50 tons?
Conhecemos algumas de suas ex-subs, e a relação que ele tem com elas. Entendemos mais como e porque Christian é assim e até onde vai a gravidade das marcas que ficaram nele.

No livro é abordada a relação que Christian teve com Elena (Msr. Robson) e como é a relação entre eles ainda.  Como foi a infância de Christian e porque ele é tão fechado e porque acha que não merece o amor da família, de Ana e até de si mesmo. E isso é mostrado logo no prologo do livro que foi é logo muito emocionante e mostra a mudança do tom do livro 1 para esse.

[!Spoilers!]Algumas cenas se destacam muito no livro, e não to falando (só) das sexuais: A cena que mais gostei no livro é o choque de Christian quando acha que vai perder Ana de novo. E também quando encontra Leila com Ana, e como ele cuida dela. Juro que entendi muuuuiiiitttooo o ciumes dela. E claro não posso deixar de falar de como quase morri do coração quando o Charlie Tango cai. E dos últimos capítulos do livro quando Elena é desmascarada pela Senhora Grey!

Tenho de comentar o quanto gostei também do emprego da Ana! Ela é assistente do editor, e futuramente editora, de uma editora de livros! Pra quem me conhece sabe que é o meu sonho de emprego! Outra coisa que gosto de ressaltar é como esse livro é mais rico em conteúdo, um pouco mais é, principalmente nas partes onde são sitadas musicas quanto na citação de livros e trechos de outros livros.

Mudando o rumo da conversa gostaria de comentar e esclarecer (até onde eu já entendi né) o fato de Cinquenta Tons ter começado como uma FanFic. Para quem não sabe FanFic é uma historia escrita por um fã baseada em um livro, filme, série que ele gosta. Muitas, como a de E L James, fogem e muito do original. Já outras são continuações de histórias (Como é o que eu escrevo em “Não Tão Breve”). Cinquenta Tons começou como uma fanfic de Crepúsculo com o nome de “Masters of The Universe” (Diga-se de passagem: Que titulo não?), onde Bella era uma estudante de Jornalismo e Edward um playboy charmoso. Resumidamente Bella era Ana e Edward, Christia. E a fanfic tinha todo o apelo sexual que a série tem. E como algo publicado na internet foi comprado e vendido pela editora? Por comunicações oficiais as historias tem um fundo parecido porém são completamente distintas. Já, pelo que dizem as más-línguas, 89% da obra publicada é igual a fanfic escrita por E. L. James.

 
Aproveitando pra mostrar as peças de 50 tons da minha coleção de “coisas” de livros:
182174_4285869828478_1484251554_n[1] 534052_4761656842856_1726760870_n[1]
Em fim pra quem não gostou do primeiro livro, vá ler o segundo. Garanto é bem, aliais é muito, melhor!

CINQUENTA_TONS_DE_CINZA

Anúncios

Resenha/ Comentário – Hades

HADES

 Hades – (Halo#2)
Alexandra Adorenetto – Agir – Pág 333

Bethany Church é um anjo enviado à Terra para combater as forças das Trevas. Apaixonar-se nunca fez parte da sua missão, mas o vínculo entre ela e seu namorado mortal, Xavier Woods, é forte. Mas mesmo o amor de Xavier e os cuidados de seus irmãos anjos, Gabriel e Ivy, não impedirão que Beth seja levada a um passeio de moto que acabará no Inferno. Lá, o demônio Jake Thorn não permitirá que Beth volte à Terra e pedirá a ela algo que poderá destruí-la e também a seus familiares.
 

“Você sacrificaria sua alma para salva-la. É um preço alto a ser pago por algo que nem mesmo é humano.” – Pág 257

“O amor precisa ser retribuído para ser real.” – Pág 268

“Acontecem todos os dias as coisas mais estranhas, e ninguém presta atenção. As pessoas sempre veem o sobrenatural, mas fingem não ver, colocam a culpa no excesso de café ou no sono insuficiente.” – Pág 299

As coisas parecem normal na Bryce Hamilton, Xavier e Bethany estão mais juntos que nunca.  Ela ainda é o anjo ingenuo de sempre, e que quer salvar o mundo junto de seus irmão Gabriel e Ivy. E isso é ruim? Dessa vez a ingenuidade de  Bethany a levará ao inferno mais uma vez preza por Jake e colocando em rico não apenas Xavier e seus irmão mas todo o mundo.

A série Halo é meu xodó no que diz respeito as séries de anjos.  Adoro o jeito ingenuo da Bethany e o ar todo da historia.

Na continuação de Halo somos levados ao inferno na garupa de Jake. Gostei muito desse livro por principalmente conhecermos mais Jake. No primeiro livro eu particularmente imaginei que ele seria um personagem passageiro, que nem o veria no segundo volume da série, porém ele é 100% presente, e mais que isso conhecemos mais de quem é Jake. E, juro, fiquei com dó dele e até com aquela vontade de que ele fique bonzinho mais ainda por ver que no fundo ele gosta da Bethany. De um jeito totalmente errado, claro, mas gosta.

Gostei muito de ver também como Xavier evoluiu, eu o encarava como um cara certinho e taus. Mas nesse livro vemos o quanto ele é corajoso, determinado e mais que isso, apaixonado pela Bethy. Vide ultimo capitulo… xD

O livro é consideravelmente menor que Halo, e senti que o livro não teve tantos momento fracos é bem dinâmico e com muitas cenas românticas e outras mais pesadas.  Gosto muito de autores que fazem citações, principalmente, de musicas e mais ainda quando são musicas recentes e ou que eu conheço.  A unica coisa que tenho pra reclamar do livro é a questão da falta de espaçamento duplo em trocas de cenas. Pode parecer uma coisa meio boba, mas eu sinto falta disso, como sinto falta de virgulas.

O 3º volume da série Halo, Heaven foi lançado aqui no Brasil no inicio do ano:

Heaven_CAPA

Bethany, um anjo enviado à Terra, e seu namorado mortal, Xavier, foram para o inferno e voltaram. Mas agora seu amor será posto ao seu maior teste até agora, já que eles desafiam a lei Celeste e se casam. Eles não contam aos irmãos arcanjos de Beth, Gabriel e Ivy, mas os anjos saberão em breve, e a punição vem de uma forma aterradora: os Sete, que são desonestos anjos empenhados em manter Beth e Xavier distantes, destruindo Gabriel e Ivy, e escurecendo o poder angelical nos céus. A única maneira de Bethany e Xavier poderem fugir dos Sete é esconderem-se a céu aberto, e se misturar com os outros mortais da mesma idade. Gabriel e Ivy os põem na faculdade, onde eles não podem revelar seu relacionamento, e onde ainda há perigo em cada esquina. Será Bethany chamada de volta para o céu – para sempre – e capaz de deixar o amor de sua vida?

Hades termina de uma maneira que… é meio impossível não ficar com vontade de ler Haeven, e depois da sinopse do mesmo dá mais vontade ainda.

Gostaria de aproveitar pra comentar que no fim do ano passado a editora Agir, detentora dos direitos de publicação do livro aqui no Brasil começou (e só começou) uma processo de divulgação do lançamento do ultimo livro da série, com divulgação no Facebook, Twitter e até via e-mail. Porém, eu ao menos, só recebi 1 único e-mail informando sobre a capa do livro e o titulo, informando que ambos foram mantidos para a edição brasileira. Bom e ai? Mais nada, nem uma divulgação direta do lançamento e data do mesmo. Soube por outros blogs mas nada da própria editora. Sinceramente os livros que tenho da Editora são de ótima qualidade, porém no que diz respeito a divulgação vai de mal a pior. Um tempo atras o grupo Ediouro (responsável pelo celo Agir, Nova Fronteira, entre outros) mantinha um blog muito legal chamado Agito livros, o qual simplesmente sumiu. E ainda com relação ao problema de péssima publicidade lembro do livro Morte Súbita o qual teve uma publicidade xinfrinha. A editora tem ótimos títulos (Vide Vampire Academy) mas tem uma péssima publicidade, e tira muito pouco proveito dos títulos que detêm.

Mas em fim vale a pena ler. Até o//

Resenha/Comentário – Cinquenta Tons de Cinza

Vamos falar do fenômeno, e polêmico, sucesso literário do ano.

CINQUENTA_TONS_DE_CINZA Cinquenta Tons de Cinza – E L James
  Intrínseca – Pág 455

“Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja, mas em seus próprios termos.”

 

Juro que ainda não sei dizer se gosto ou não desse livro, é um livro pesado, é um livro erótico, e gostei muito de uma expressão que li sobre o livro é um Mommy Porn.  E opinião e bafafa sobre esse livro foi o que mais li e ouvi desde que terminei de ler esse livro há uns 3 meses.

Mr. Grey é o sonho de qualquer mulher logo a primeira vista, misterioso, rico (Me chianguem o quanto quiser mas sem todo o dinheiro que tem não realizaria metade do que faz nesse livro, a menos que foce muito criativo.) e com um fortíssimo Sex Appel(?)! É impossível não se sentir atraída por Grey, mesmo em cenas que não são necessariamente quentes, ele emana sedução.

Todo o processo de divulgação do livro é claro que ajudou e muito a vende-lo. Cinquenta tons já chamava a atenção pouco antes da Bienal de 2012 porém foi na mesma que fiquei morrendo de vontade de conhecer esse novo fenômeno.

estandeintrinseca  Greynabienal

Essas fotos são do estande da editora que utilizou como maior publicidade o livro e ao lado o evento que ocorreu no ultimo dia da Bienal com um ator vestido de Christian Grey.  Na Bienal não comprei o livro, mas trouxe alguns panfletos com o primeiro capitulo e marcadores. Pra que?! Só o primeiro capitulo já fiquei encantada com o Mr. Grey.

Porém voltando ao livro depois de todo esse encanto você vai realmente conhecendo Grey, o clima do livro e no geral a pornografia do mesmo. Criticas que eu tenho desse livro são bem simples, o livro não tem um conteúdo propriamente dito é realmente um Mommy Porn, um livro para você ler porque quer se desligar um pouco de sua vida. Talvez tenha sentido muita falta de conteúdo nesse livro pois tinha acabado de ler Escuridão e Sombra (Elena P. Melodia) e ambos são muito ricos em conteúdo. Outra coisa que me irritou foi a linguagem chula,  quem me conhece sabe que não gosto de linguagem chula em livros, em alguns pontos (“I don’t make love. I fuck…hard”) é necessário, mas em outros não vejo necessidade.  Porém nada grave.

É uma leitura gostosa, simples e que se desenrola com facilidade com foco, claro, nos momentos de sexo entre Ana e Christian. O ponto polemico do livro é  o sadomasoquismo de Christian, o gosto dele por assim dizer. Além de toda a brincadeira erótica entre eles. A parte que eu gostei do livro foi o drama psicológico de Ana que é totalmente inocente (e virgem) ao conhecer Christian e se vê envolvida em todo o erotismo e sadomasoquismo dele. Além da duvida de quem é Mr. Grey e porque ele é assim, visivelmente avesso a qualquer relação mais profunda do que apenas “fuck hard” com ela (xDD).  Tem muito de romance entre tudo isso, meio enrolado, meio medroso e torto mas é um romance.  É quando você vê a paixão mudando um pessoa (^^). Me incomodou muito a submissão imposta por Christian a Ana, e o fato de ela aceitar, entendo, juro que entendo mulher apaixonada faz cada tonteira (u.u”), mas me incomodou de mais. Mas em fim esse é o drama.

Outra coisa que quero comentar é a reação que vi das pessoas quando me viam lendo esse livro, desde “Você está lendo isso?”, passando por “Você tem idade pra ler isso?”, a apenas sorrisinho irônicos e comentários “Safadinha…”. Demorei menos de uma semana pra ler esse livro e juro que todo dia tinha um que me enchia. E percebi que a maioria eram homens. Não sou nenhuma super-feminista pelo contrario sou na verdade uma defensora dos poucos homens cavalheiros ainda existentes, porém percebi que eles se sentem intimidados por mulheres que procuram uma leitura desse gênero até comentar com eles é engraçado porque eles ficam meio perdidos (risos).

Como não achei BookTrailer desse livro vale uma musica que, pra mim, combinou muito com o livro.

 

Gosto de falar de fenômenos por isso tem muito assunto! Mas em fim, vou guardar mais um pouco para o próximo volume. E para quem sente medo de ler, ou ser visto lendo, um livro com essa fama deixe eu avisar: O livro não morde e o “Index” já foi abolido a muito tempo. Vale a pena conhecer, e se conhecer em um ponto mais “sexual” seja homem ou mulher. E livro nenhum é proibido, proibido é julgar sem realmente ler!

Resenha/Cometário – Julieta Imortal

Olá pessoas, hoje vou resenhar um livro que li no final de Junho e juro me emocionou mais do que eu esperava.

 Julieta Imortal – Stacey Jay
 Novo Conceito – 237 pág.

Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

 

Uma das histórias de amor mais conhecidas do mundo, se não a mais conhecida, em uma versão fantástica.  Stacey Jay trás Romeu e Julieta ao século 21 com um amor separado não mais  por seus pais agora o que os separa é a escolha de ambos que pôs fim ao seu romance séculos atras. Durante 700 anos Julieta lutou para salvar o amor verdadeiro, que a cada dia que passa se torna mais raro, e Romeu sempre esteve atras dela para destruir o amor.

Muitas pessoas não gostam de adaptações de clássicos, para eles clássicos são intocados quase que sagrados. Eu, particularmente, adoro adaptações desse tipo. Nunca li a peça original de Shakespeare, porém é muito difícil encontrar quem não conheça a historia de Romeu e Julieta, e realmente adorei essa adaptação. A tempos que um livro não me surpreendia tanto, e mesmo com não tendo o resultado que eu esperava ele me cativou de uma maneira que é inexplicável. Jay conseguiu mudar a historia de Romeu e Julieta de uma forma realmente linda e ao mesmo tempo manter o clima da historia.

A historia é quase que totalmente narrada por Julieta, porém tem pequenos intermezzo, em referencia ao nome italiano para pequenas apresentações entre os atos de uma peça de teatro, que são narrados no ponto de vista de Romeu. Assim o leitor vai tendo contado com as duas partes da historia, e ao longo da historia você vai entendendo o que levou Romeu e Julieta ao seu fim trágico.

Algo que gosto de ressaltar é  que Jay usa o conceito de realidades paralelas onde sua historia se passa, como se Julieta Imortal foce uma realidade paralela ao livro de Shakespeare, e também isso permite a ela surpreender o leitor. Porém eu não vou explicar como ela me surpreendeu, porém indico muito esse livro para quem não tem nenhum preconceito com adaptações.

Esse é o primeiro livro da Novo Conceito que tenho em minha estante, as paginas são amarelas, o que facilita a leitura. Já a diagramação desse livro, é um pouco diferente das comuns, o lado onde se ‘apoia os polegares’, ou margem direita, é bem espaçada. Não sei o que foi mas a diagramação me causou um pouco de estranhamento no começo,  nada que me fizesse desistir do livro, mesmo porque depois de 20 páginas já estou acostumada com a diagramação e ritmo da história. O livro também possui notas de roda pé, uma coisa que eu gosto muito, as notas em sua maioria se referem as palavras em italiano e espanhol que a autora usa na obra, e algumas citações da obra de Shakespeare.

Na época em que foi lançado, final de 2011, o livro teve uma ampla divulgação e nos eventos promovidos pela editora Romeu e Julieta, os mesmo atores do Book Trailer, estavam presentes em vários eventos de divulgação do livro.  O Livro terá uma continuação com o nome de Romeo Redeemed (Romeu Redimido – tradução livre),  com lançamento, nos EUA, previsto para 9 de outubro de 2012.

“Tudo será revelado para os fãs que aguardavam sem folego uma sequencia para Julieta Imortal. Romeu é levado ao centro do palco e recebe uma chance, e uma única chance, para redimir-se.

Amaldiçoado a viver a eternidade no seu cadáver podre, Romeu, conhecido por suas maneiras cruéis e sanguinárias, é dada a chance de se redimir, viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland. Sem que ela saiba, Ariel é importante, tanto para os Mercenários maus quanto para os Embaixadores que promovem amor, e detém o destino do mundo em suas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a para longe de seu potencial mais escuro antes que seu trabalho seja descoberto pelos Mercenários. Enquanto sua sedução começa como outra mentira, logo torna-se sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel, e fazer o que for preciso para ganhar seu coração e alma. Mas quando Ariel é levada a acreditar que seu amor é uma mentira, ela se torna vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna pode vir a separa-los para sempre.” (Tradução livre, original)

Mais sobre a continuação pode ser visto no site oficial da escritora: http://www.staceyjay.com/romeo-redeemed/ [Em Inglês].

Em fim é isso, realmente recomendo muito esse livro, me desculpem se minhas traduções forem um pouco equivocadas porém acho que deu para entender. Logo logo mais resenhas.

Resenha/Comentário – A Hospedeira

Sim faz décadas que não posto, mas em fim quando o animo vem eu apareço! ;D~
Hoje vou falar de um dos últimos livro que eu li (Na verdade já fazem 2 meses que li), A Hospedeira – Stephenie Meyer, sim a mesma autora de Crepúsculo, mas para os Dráculas de plantão deem uma lidinha antes de reclamar, ok?  ;]

A Hospedeira – Sthephenie Meyer
 Intrínseca – 557 pág

Em um mundo perfeito, sem guerra, sem raiva, sem brigas, sem doenças… O nosso mundo, em um tempo diferente. Os humanos ainda estão nele, mas agora nossos corpos são habitados por alienígenas, que se autodenominam “almas”.  Porem alguns humanos ainda persistem eles são chamados de “selvagens”, Melanie Stryder foi um deles, até algum tempo. Agora Melanie tem dentro de si uma “alma” chamada Peregrina (Wanderer).  Mas Melanie não quer deixar Peregrina ter o controle, ela não quer desistir de seu corpo, de seu irmão, seu amor, sua vida, de quem ela é.  Porem Peregrina também não quer desistir desse mundo. Quando duas almas habitam um mesmo corpo elas podem encontrar muito mais em comum do que imaginam.

“(…) mas só porque a gente quer que uma coisa seja verdade, isso não faz que seja assim” – pág 220

“Às vezes é difícil ser justa. Nem sempre nós sentimos as coisa certa, fazemos a coisa certa.”- pág 275

“Não é o rosto, mas as expressões nele. Não é a voz, mas o que você diz. Não é a sua aparência neste corpo, mas as coisas que você faz dentro dele. Você é bonita.” – pág 350

Um livro realmente maravilhoso, não só pelo ponto de vista da historia, a qual é impossível (depois de 200 páginas) você não mergulhar. O livro é extenso porem não prende o leitor logo nas primeiras paginas, acho que essa é a minha única critica, antes de realmente ler esse livro comecei duas vezes e parei pouco depois das 100 páginas. É muito devagar, mas vale à pena insistir, pois a historia compensa.

Ao longo da historia vamos conhecendo mais sobre esse mundo dominado por alienígenas, sobre como eles são muito diferentes daqueles que vemos em filmes como “Guerra dos Mundos” ou “Marte Ataca”. Não posso deixar de falar que pra mim esses alienígenas são “bonzinhos” no geral, e quando você vai conhecendo-os é difícil não pensar que no fim eles queriam o melhor apesar de não ser da forma certa. Mas em fim a história não se foca no mundo, ela se foca nas duas personagens principais Melanie e Peregrina, e na relação entre elas.

Eu gostei muito da Peregrina (Wanderer) , por ela ser ingenua, eu adoro personagens ingênuos! Tão pura e ao mesmo tempo tão forte inteligente e vivida. Ela tem o nome de Peregrina por já ter vivido em outros hospedeiros antes de Melanie. Melanie é uma garota forte, e incrivelmente ligada ao irmão e a Jared o amor da vida dela. E bom eu poderia falar de Ian… mas ai já é spoiler de mais! ;D~

Ao ler o livro é impossível não refletir sobre a condição humana, sobre a forma de pensar e sobre o conceito de alma e carne.  E claro que um bom romance leva agente fundo no quesito “almas gêmeas” e temos também amor intergaláctico. Outra coisa que eu sempre gostei muito em “Crepúsculo”, e no conto dela em “Formaturas Infernais”, é a criatividade que a Stephenie Meyer tem, digam o que quiser sobre vampiros que brilham eu gosto sim de como ela realmente viaja na maionese nos livros dela, e defendo autores de fantasia por isso, adoro como é possível viajar tão longe e falar de sentimentos tão realmente humanos! (/Momento defesa a literatura fantástica xD)

Como todo mundo já sabe no dia 22/03 saiu o primeiro teaser trailer da adaptação cinematográfica desse livro, antes do comentário vejam:

Fotos:

    

A atriz que vai vier a Melanie/Peregrina (Wanderer) é a  Soirse Ronan, que eu conheço pela interpretação em “Um Olhar do Paraíso”. Fiquei muito feliz quando soube que ela faria o papel, acho realmente que ela está à altura das personagens (Bem mais que uma certa asinha ai… u.u”).

Realmente o que me deu animo pra superar as 500 paginas do livro (Que há quase um ano tava encostado na minha estante) foi  o inicio das gravações do filme e duas amigas minhas que me falaram que o inicio era meio parado mesmo, e agora, como sempre acontece comigo, eu quero logo o filme!!! Que tem estreia prevista para 29/03/2013!

O Teaser já me animou muito, adorei mesmo, achei lindo, e quando vi fiquei arrepiada. Agora espero que o filme seja digno do livro, que é realmente lindo e profundo para quem gosta de “sentir” (porque interpretar pra mim é uma palavra muito técnica). E  é uma historia muito gostosa para simplesmente desligar um pouco.

Em fim deixe seus preconceitos de lado e leia!

Já terminei de ler “A Batalha do Apocalipse” – Eduardo Spohr, e espero logo postar a resenha dele. Só não garanto que seja logo, porque agora tenho que pegar firme nos livros do vestibular, mas sempre acho um tempinho pra escapar para as paginas de um livro fantástico!

Mais em:
http://www.thehostbrasil.com/
http://up-brasil.com/?p=106158

Resenha/Comentário – Promessa de Sangue

Sei sei sei que faz décadas que não posto mas em fim é que ta tudo um rolo só nesse inicio de ano mas espero que logo se ajeite. Vou começar resenhando um dos livros atrasados já, aproveitem! ;D~

 Academia de Vampiros 4 – Promessa de Sangue
 Richelle Mead – 446 pag – Ed. Agir

“Rose fez sua escolha, e agora pode arcar com ela?
Dimitri agora é um Strigoi, e Rose deixa a São Vladimir e Lissa para cumprir a promessa que fez a Dimitri, e a si mesma, de que o mataria se seu coração ficasse negro.
Com a ajuda de Adrian ela parte para a Sibéria em busca de Dimitri, mas ao longo do caminho ela encontra muito mais do que ela mesma esperava encontrar.
Rose tem que lidar com a família de Dimitri, descobre mais sobre as “prostitutas de sangue”, conhece Sydney uma alquimista responsável por manter a identidade dos vampiros ocultos aos humanos, e um estranho homem chamado Ibrahim que tem um estranho interesse em Rose.
E mais que isso ela encontra Dimitri, terá força para cumprir sua promessa ou irá sucumbir ao amor que ainda tem por ele, mesmo sendo um Strigoi?
Rose também encontra mais usuários do Espirito, e mesmo longe de Lissa ela ainda se preocupa com a amiga, ainda mais quando uma estranha garota começa a se aproximar de Lisa e a faz querer viver perigosamente.
E mais uma vez ela tem de salvar Lissa, mas antes ela pode salvar seu próprio coração de seu amor por um Strigoi?”

“Não existe sucesso sem esforço. Colar dos outros não leva a lugar algum.” – pag 72

“-Vovó precisa que você carregue algumas coisas
-É, eu meio que percebi isso uns 20 quilos atrás.” – pag 132

“(…)O Amor não é uma rapidinha no quarto dos fundos de uma festa. É algo pelo qual você vive e se sacrifica” – pag 207

” (…)Me deixe sair daqui e vou… sei lá. Doar o dinheiro de Adrian aos pobres. Ser batizada. Entrar para um convento. Bom, não. Essa ultima não.” – pag 366

“Mas aquilo não era real. Era fácil de mais, e, se eu vinha aprendendo algo até então, era que a vida não era fácil.” – pag 397

“Era muitos pedidos de desculpas, mas percebi que, quando se trata de quem é importante para você, era assim mesmo. A gente perdoa e segue em frente.” – pag 423

Tenho nem que falar que eu basicamente enguli esse livro néh? xD

E depois ainda fiquei um bom tempo de luto por já ter terminado de lelo e não ter nem uma série minha pra continuar lendo (estou aceitando livros de presente viu gente!!!), mas em fim.

Lindo de mais, amei conhecer a familia de Dimitri, gostei muito do jeitinho da Sydney (E olha que eu tinha dito pra mim mesma que não ia ler Boodlines, agora vou por causa dela xDD), e gosti de conhecer o Ibrahim mas sobre ele eu não vou comentar, não mesmo =x.

Fiquei com muita raiva da Rose quando ela encontrou o Dimitri, sabe por um lado eu queria eles juntos mas ver ela parar de ser a Rose forte, ficar tão frágil  me fez ficar com raiva porque, poxa, a Rose que eu gosto é a Rose forte, e o Dimitri Strigoi também me deixou com raiva. u.u”

Gostei da família do Dimitri, e conhecer uma cidade de “prostitutas de sangue” expandiu a minha óptica sobre a questão junto com a de Rose, mesmo porque nos livros anteriores a Rose sempre falava isso como uma ofensas, não que agora seja menos ofensivo, mas você intende como as coisas acontecem realmente, e que não é tudo o que Rose pensava.

No livro também compreendemos mais os Strigois ou no minimo os conhecemos mais, principalmente pelo contato que Rose tem com Dimitri e os outros. Não que eu tenha me surpreendido que eles focem até que bem organizados pelo rumo que a história tomou, mas realmente é… diferente e ao mesmo tempo um pouco surpreendente, mas os instintos Strigoi são presentes.

Primeiros Volumes:

  

O livro me rendeu algumas lagrimas sim, mas adoro me emocionar lendo.
Em fim quero o próximo e o próximo pra ontem! ;D~

Logo resenha de “A Hospedeira”.

Resenha/Comentário – Tocada Pelas Sombras

Olá pessoas tudo bom?
Esse foi o primeiro livro que li em 2012, na verdade  o primeiro que eu terminei, porque comecei a ler ele em dezembro e claro enrolei até pra terminar pois ainda não tinha comprado o seguinte (que já terminei de ler! xD) e bom, aqui vai.

 Academia de Vampiros 3 – Tocada Pelas Sombras
 Richelle Mead – 384 pag – Ed. Agir

As coisas na vida de Rose mudaram para sempre em Spokane com a morte de Mason e ao matar seus primeiros Strigois ela sente mais do que nunca o peso de seu mundo e de sua missão como guardiã.

E agora Victor Dashkov, o vilão que tentou matar sua melhor amiga Lissa, pode ser solto como se tudo que fizera não tivesse a menor conseguencia. Os Morois estão divididos entre os que apoiam lutar ao lado de seus guardiões e os que preferem continuar a se esconder atras dos mesmos. Enquanto os Strigois planejam o maior ataque de todos.

Como se não bastasse as coisas entre Rose e Dimitri se tornaram ainda mais intensas, e embora eles saibam que nunca vão poder ficar juntos eles se amam. Porem agora Rose tem Adrian em seu caminho, um jovem e belo Moroi que como sua melhor amiga Lisa também maneja o espirito, e que ama Rose, e junto com Lissa ele descobre mais sobre os dons do espirito.

Tudo que ocorreu em Spokane, na morte de Mason, marcou muito Rose e será que isso a desequilibrou? A ponto de estar ficando louca? Ou Mason realmente voltou para assombra-la?

“”Liberdade”, pensei. Esse era o único presente que eu queria. Liberdade para fazer as minhas próprias escolhas. Liberdade para amar quem eu quisesse.” – Pág 14

“(…) Existem prós e contras em tudo. Nós só temos que pesá-los da melhor forma.”- Pág 278

“Nos tentamos fazer o que é certo, ou mesmo o que os outros dizem que é certo. Mas as vezes, quando isso vai de encontro ao que nos somos realmente… você tem que escolher.” – Pág 342

“Você esta prestes a combater Strigoi, e é da minha mãe que tem medo?” – Pág 345

“Nós não vivíamos em um mundo normal, é lógico, mas, naquele beijo, foi fácil imaginar que sim” – Pág 345

Até o momento é meu livro favorito da série, primeiro porque eu sou a tipica sofredora literária adoro esses bons dramas, e porque o livro tem realmente cenas lindas entre Dimitri e Rose é, realmente, o ponto forte de todo o amor deles. Além é claro de a Rose ter de fazer uma das maiores escolhas de sua vida até ali, entre o amor de sua vida, Dimitri, e sua melhor amiga, Lissa.

Rose começa a sentir o grande peso de ser guardiã e, a meu ver, se aproxima mais da Mãe, não fisicamente, mas a questão de ela decidir ser guardiã acarretava muitas coisas na vida as quais ela teria de renunciar.

Outro motivo pra eu enrolar tanto pra terminar de ler esse livro foi por causa de um spoiler que eu li logo depois que tinha terminado de ler o 1º livro da série. Não não foi porque perdeu a graça, foi porque eu sabia que eu ia sofrer de mais com o acontecimento, e realmente aconteceu isso, fiquei em um luto literário (oq!? xD) após ler esse livro, tanto que só estou o resenhando hoje, e fiquei sem querer ler mais nada alem do próximo livro da série. Mas me curei com “Orgulho e Preconceito” (O qual eu ainda vou fazer um daqueles posts Livro x Filme) e agora já terminei o “Promessa de Sangue”, e minha gente… Vai render!

Primeiros Volumes:

Bom por hoje é só, espero que gostem, logo logo tem mais! ^^

Entradas Mais Antigas Anteriores