Dica: Orgulho e Preconceito – Jane Austen

E vamos a um post falando de “Orgulho e Preconceito”, uma das obras mais conhecidas da escritora Inglesa, Jane Austen. Conheci a obra pela adaptação cinematográfica de 2005 e me apaixonei pela historia, e hoje espero inspirar os que ainda não conhecem essa linda história a conhecê-la .

“Orgulho e Preconceito” retrata a história de Elizabeth Bennet e Fritzwilliam Darcy (Mr. Darcy *—*), se passando em 1797 mostra a família Bennet que conta com 5 filhas, mas nem um herdeiro, uma mãe ambiciosa e que deseja a qualquer custo fazer um casamento vantagioso para suas filhas a fim de não ficar na miséria após a morte de seu marido. A história começa quando um rico cavalheiro, Sr. Bingley, vai junto de suas irmãs, cunhado e amigo passar uma temporada em Netherfield causando alvoroço na casa dos Bennet.  Jane, a filha mais bela e mais velha, se encanta por ele e ele por ela. Porém o melhor amigo de Bingley, Sr. Darcy, mostra-se um cavalheiro orgulhoso e preconceituoso no pouco tempo que compartilha com todos em Netherfield, e principalmente ofendendo a Elizabeth.

Ao longo da história varias reviravoltas aproximam e afastam Elizabeth e Darcy (contra e a favor de suas vontades ^^), assim como Bingley e Jane, contando com as irmãs mais novas de Elizabeth que são o espelho da mãe que desejam para si casar-se bem, alem de serem alvo de vários cavalheiros. E com um pai muitas vezes parecendo uma peça de decoração. O grande prazer da história é toda a forma como o conceito do leitor, junto com o de Elizabeth, muda em relação a si, a Darcy e a sua família. É uma deliciosa história que é travada muito mais no conceito que cada personagem tem do seu parceiro e de si mesmo, como por muitas vezes o Orgulho não nos deixa seguir nosso coração e como o Preconceito nos cega, deixando de ver como ninguém é igual a outro alguém, e como nem uma história tem apenas uma versão.

Bom, a linguagem do livro é um pouco mais difícil pela época em que o livro foi escrito, mas nem por isso a história é menos proveitosa ao leitor. Uma vez que mesmo o livro sendo antigo amor nunca envelhece, não é mesmo? ^^
Cenas lindíssimas, de um romantismo raro em livros e na vida atualmente.

Quanto às adaptações do livro para a TV e Cinema, nem uma é 100% fiel ao livro, mas nem uma delas deve algo a ele. São adaptações maravilhosas, dignas do livro realmente. E ilustram melhor o momento histórico, de uma forma que a meu ver não fica tão visualmente descrito no livro.

A série da BBC de 1995, conta com 6 episódios de adaptação muito fiel ao livro. Ficou famosa por consagrar Colin Firth recebendo vários prêmios por sua atuação como Mr. Darcy, e sendo mais recentemente premiado como Melhor Ator por sua interpretação no filme Discurso do Rei (2010).

Gostei muito da adaptação, muito mesmo, é linda e juro que fiquei na duvida de qual Mr. Darcy mais gosto (xDD). Em fim a qualidade da imagem não é tão boa quanto a da adaptação mais recente, porem conta com cenas adaptadas fielmente e lindas, e as poucas que foram alteradas se encaixam perfeitamente no conjunto da obra (Cena do encontro de Darcy e Elizabeth, quando ele acaba de nadar no lago #dica).

O filme de 2005 tem como interprete de Elizabeth Bennet, Keira Knightley (Piratas do Caribe), com tempo bem mais reduzido que a série da BBC não conta a história com tantos detalhes, mas ainda assim encanta.

Essa adaptação foi meu primeiro contato com a história de Orgulho e Preconceito, e o que me fez apaixonar pela história, já vi esse filme pelo menos umas 20 vezes. E sim perdeu um pouco a graça de depois de ler o livro, não porque seja ruim, mas porque dá pra sentir bem os cortes, mas ainda assim é um dos meus filmes favoritos, por sempre me fazer lembrar da história completa.  E claro porque adoro o meu outro Mr. Darcy, que nessa adaptação é interpretado por Matthew Macfadyen. *————*”
Para quem for assistir essa versão, recomendo procurarem pelo final alternativo (Não sei se no DVD daqui tem, mas em fim no youtube tem ;D~), pois a meu ver a versão simples acaba de um jeito muito “ahhhh, já???”, já o final alternativo, é fofinho de mais (Mas o do livro é melhor ;P).

Em fim o livro também tem mais varias adaptações:
Uma americana de 1940(sim em preto e branco) , porem essa eu não assisti ainda, e quem sabe um dia néh? Porque 1995 já foi um bom salto néh? (quem falar da minha idade apanha ;P).[+aqui]

E outra de 2004 com o titulo de “Noiva e Preconceito” sendo uma versão moderna de Orgulho e Preconceito. Onde Elizabeth é uma jovem Indiana e Darcy um americano preconceituoso sobre a cultura indiana. [+aqui]

Entre varias outras em cinema, televisão e teatro… [+aqui]

Mas seja qual você escolher, eu realmente recomendo de todo o coração essa história linda que é um deleite para os olhos e para os corações.
E claro para todas as mulheres que estão à procura de cavalheiros, nada melhor que conhecer Mr. Darcy.  ;D~

E pra quem já conhece a historia, recomendam ou não recomendam? Por quê?
E aos que não conhecem espero tê-los inspirado. ^^

Resenha/Comentário – Sob a Luz da Lua

Olá pessoas tudo bom?
Eu sei que faz decadas que não posto mas… bem não ando muito animada. Mas hoje vim com a resenha de um livro lindo que eu ganhei em uma promoção da Editora Galera Record.

 Sob a Luz da Lua – Série Nightshade vol. 1
Andrea Cremer – 462 pág 

Calla sempre soube quem era e qual o seu destino. Sua vida era claramente escrita, deveria se juntar a Ren e criar uma nova matilha. Até um amor virar toda sua vida de cabeça para baixo.

Calla é uma loba, não uma loba qualquer, a loba alfa nascida no bando Nightshade, porem ela deverá se juntar com o alfa nascido no bando Bane para criar uma nova matilha. Seu objetivo é servir e obedecer os Defensores contra os Inquisidores e proteger seus lugares sagrados.

Isso é claro até ela conhecer Shay. Ela o salva contrariando todos seus instintos,para depois o abandonar. Sem sucesso pois o garoto retorna, e agora deve protege-lo. Porém algo está muito errado, pois Shay não é um simples humano, e mais que isso Calla agora sente o que sempre se negara a sentir por conhecer seu dever como alfa, ela o ama.

Mas Calla estaria disposta a negar tudo que até então tinha como dever e verdade por um… amor? Ela estaria disposta a arriscar a vida de sua família e amigos, por um desconhecido?

Admito que quando vi a “proposta” do livro sobre lobos e tudo mais, fiquei um pouco receosa. Mas a capa e o interior do livro são terrivelmente lindos!!! A muito tempo não via um livro (Infanto/juvenil) com tal qualidade, carinho e cuidado. Assim dos 3 que eu ganhei da Galera Record acabei por começar por ele, uma vez que era o mais recente (Na época tinha apenas 13 leitores no skoob) e por ser o que era o tema da promoção. Não me arrependi nem um pouco pois é realmente linda a história também. E acho que nunca demorei tanto para decidir de que lado do triangulo amoroso ficar. Ren é muito sexy, instigante e ao mesmo tempo apaixonante. Já Shay… é um romântico, mas com um espirito heroico! E Calla é uma protagonista de caráter forte, que sabe de seus deveres e responsabilidades e nunca se permitira desviar das regras impostas a ela. Nesse aspecto de lutar contra a sociedade imposta aos lobos lembrou-me um pouco o livro Destino , o qual já resenhei.

Provoquei o destino e ele está me caçando.“- Pág 46

E começo a achar que o que realmente importa é saber quem é você.” – Pág 96

Lumine sorriu
-Deus não está recebendo chamadas no momento.” – Pág 106

[…]Somos o que somos. Não tenho nem uma vontade de ser diferente, mas estou preocupada com o que isso significa para as pessoas que quero bem.” – Pág 214

Ele  está apaixonado por mim? E quero que ele esteja?” – Pág 389

Você pertence  a si mesma. […] E posso esperar até que você perceba isso.” – Pág 401

Agora apesar de todos os elogios que fiz a maravilhosa capa e diagramação do livro uma coisa que acho que faltou foi aproveitar a divulgação que teve no estrangeiro.
Shay um dos personagens principais do livro tem um Vlog onde ele mostra a casa onde vai morar quando se muda para  Vail (Cidade onde se passa a história). Os videos estão em inglês, e sem legenda, mas não é muito difícil de entender, e é uma forma bem legal de entender como Shay é uma vez que todo o roteiro dos videos postados nesse vlog foi feito pela própria autora.

Link do Canal de “Shay” no Youtube e de seu FaceBook.

Em fim o livro é lindo e agora estou esperando o próximo… é… é mais uma série que eu vou ficar roendo as unhas esperando o próximo livro. Estou lendo a versão adaptada para quadrinho da série Percy Jackson e os Olimpianos – O Ladrão de Raios. Então acho que logo faço um post  comparativo Livro, Filme e Quadrinho.

E ai? Gostaram da proposta da Série Nightshade? Eu me surpreendi, e acredite vai surpreender você também.
X.O.X.O.

Resenha/Comentário – Paixão

Oi gente, tudo bão? Sim finalmente terminei de ler o Paixão, na verdade faz acho que uns 4 ou 5 dias, mas fiquei enrolando pra resenhar ele, pelos mesmos motivos que demorei pra ler… Provas, Trabalhos e Meu livro.
Mas agora aqui estamos! ;D~

Paixão (Passion) – Lauren Kate – 3º livro da Série Fallen

Após a explosão de duvidas no dia de ação de graças, Luce entra em um Anunciador para fugir de todos.
E Paixão começa nesse clima, com Luce tentando fugir do presente e acaba embarcando em uma busca da real razão de sua maldição e de Daniel, e por que de eles sempre se apaixonarem um pelo outro. Seria apenas a maldição que os mantém juntos eternamente? Luce seria sempre atraída por ele, e ele por ela, apenas pela maldição?
Em sua busca Luce é levada por varias de suas vidas com Daniel. Rússia, França, Inglaterra, China…  E muitos outros lugares por onde esse Amor se perpetuou. Mas Luce não é a única a viajar por seu passado, e também não será a única a querer mudar a história.

Lindo de mais! Dos 3 livros sem duvida esse é o meu favorito, até o momento. É lindo cada ponto por onde a História passa, por momentos históricos misturando a realidade com a ficção, que é o tipo de coisa que eu adoro em livros!

“Luce não entendia muita coisa, mas entendia isso – que sua vida não precisava ser algo fora do seu alcance. Ela poderia definir o próprio destino” – Pág. 73.

“Algumas pessoas passam a vida inteira em busca de um amor como esse.” – Pág. 343.

“Não posso ser diferente daquilo que sou, e eu sou as escolhas que faço cada dia. Eu as sustento” – Pág. 365.

Por um entrevista que li da Lauten, ela disse que no próximo livro (Com titulo divulgado como Rapture) vai explorar mais os outros personagens. Acho bem justo, porque o Paixão foi beeemmmm focado na Luce e no Daniel, mas até fala um pouco sobre a “natureza” dos outros personagens. Fica a Dica! ;D~

Bem agora acho que vou demorar mais um pouquinho pra ler mais um livro, porque to tentando trabalhar nos meus textos, um em particular. Mas esse não tenho planos de postar aqui, inicialmente. Mas entre uma falta de ideia e outra acho que minha próxima leitura é o 3º livro da série Acadêmia de Vampiros, mas ainda não sei porque estou esperando chegar alguns livros que ganhei. Em fim, quando me decidir mudo no Skoob!

Mas agora queria saber: Alguém ai já leu o Paixão? Gostaram tanto quando eu?  Comentem!

Resenha/Comentário – Crescendo

Oi galerinha tudo bom??? Post saindo nos últimos minutinhos do dia pq só xeguei agora da facul, mas como prometido ta aki a resenha/comentario do Crescendo, 2º livro da Série Sussurro(Hush Hush) da Becca Fitzpatrick.

UOU! É tudo que tenho a dizer sobre esse livro… é realmente a incrível seqüencia de Sussurro. Mas devo admitir que o livro me garantiu sérios ataques de raiva direcionados a Patch. A historia que em sussurro parecia simples agora ganha um injeção de nós que garantem dores de cabeça para esse livro e para a continuação. Para quem leu sussurro e aguardava a seqüencia não vai se decepcionar pois Sussurro ganhou uma continuação a sua altura, Crescendo.

A historia continua logo algum tempo depois que termina Sussurro com Patch sendo anjo da guarda de Nora, porem como anjo Patch tem de seguir regras e quando Nora revela seus sentimentos a Patch ele a deixa em duvida quanto aos dele e como se não bastasse planta ciúmes em Nora com sua maior inimiga Marcie Millar. E no meio de toda turbulência de seu namoro com Patch a lembrança do assassinato de seu pai volta para assombra-la revelando que Nora não é o que pensa que é.

Só isso por hj pessoas, pq jaja eu vou mimir q amanhã é outro dia! A próxima resenha de livro é o Fade, da série Wake que estou lendo.

Noite! ;D~

Entradas Mais Antigas Anteriores