Dica: Orgulho e Preconceito – Jane Austen

E vamos a um post falando de “Orgulho e Preconceito”, uma das obras mais conhecidas da escritora Inglesa, Jane Austen. Conheci a obra pela adaptação cinematográfica de 2005 e me apaixonei pela historia, e hoje espero inspirar os que ainda não conhecem essa linda história a conhecê-la .

“Orgulho e Preconceito” retrata a história de Elizabeth Bennet e Fritzwilliam Darcy (Mr. Darcy *—*), se passando em 1797 mostra a família Bennet que conta com 5 filhas, mas nem um herdeiro, uma mãe ambiciosa e que deseja a qualquer custo fazer um casamento vantagioso para suas filhas a fim de não ficar na miséria após a morte de seu marido. A história começa quando um rico cavalheiro, Sr. Bingley, vai junto de suas irmãs, cunhado e amigo passar uma temporada em Netherfield causando alvoroço na casa dos Bennet.  Jane, a filha mais bela e mais velha, se encanta por ele e ele por ela. Porém o melhor amigo de Bingley, Sr. Darcy, mostra-se um cavalheiro orgulhoso e preconceituoso no pouco tempo que compartilha com todos em Netherfield, e principalmente ofendendo a Elizabeth.

Ao longo da história varias reviravoltas aproximam e afastam Elizabeth e Darcy (contra e a favor de suas vontades ^^), assim como Bingley e Jane, contando com as irmãs mais novas de Elizabeth que são o espelho da mãe que desejam para si casar-se bem, alem de serem alvo de vários cavalheiros. E com um pai muitas vezes parecendo uma peça de decoração. O grande prazer da história é toda a forma como o conceito do leitor, junto com o de Elizabeth, muda em relação a si, a Darcy e a sua família. É uma deliciosa história que é travada muito mais no conceito que cada personagem tem do seu parceiro e de si mesmo, como por muitas vezes o Orgulho não nos deixa seguir nosso coração e como o Preconceito nos cega, deixando de ver como ninguém é igual a outro alguém, e como nem uma história tem apenas uma versão.

Bom, a linguagem do livro é um pouco mais difícil pela época em que o livro foi escrito, mas nem por isso a história é menos proveitosa ao leitor. Uma vez que mesmo o livro sendo antigo amor nunca envelhece, não é mesmo? ^^
Cenas lindíssimas, de um romantismo raro em livros e na vida atualmente.

Quanto às adaptações do livro para a TV e Cinema, nem uma é 100% fiel ao livro, mas nem uma delas deve algo a ele. São adaptações maravilhosas, dignas do livro realmente. E ilustram melhor o momento histórico, de uma forma que a meu ver não fica tão visualmente descrito no livro.

A série da BBC de 1995, conta com 6 episódios de adaptação muito fiel ao livro. Ficou famosa por consagrar Colin Firth recebendo vários prêmios por sua atuação como Mr. Darcy, e sendo mais recentemente premiado como Melhor Ator por sua interpretação no filme Discurso do Rei (2010).

Gostei muito da adaptação, muito mesmo, é linda e juro que fiquei na duvida de qual Mr. Darcy mais gosto (xDD). Em fim a qualidade da imagem não é tão boa quanto a da adaptação mais recente, porem conta com cenas adaptadas fielmente e lindas, e as poucas que foram alteradas se encaixam perfeitamente no conjunto da obra (Cena do encontro de Darcy e Elizabeth, quando ele acaba de nadar no lago #dica).

O filme de 2005 tem como interprete de Elizabeth Bennet, Keira Knightley (Piratas do Caribe), com tempo bem mais reduzido que a série da BBC não conta a história com tantos detalhes, mas ainda assim encanta.

Essa adaptação foi meu primeiro contato com a história de Orgulho e Preconceito, e o que me fez apaixonar pela história, já vi esse filme pelo menos umas 20 vezes. E sim perdeu um pouco a graça de depois de ler o livro, não porque seja ruim, mas porque dá pra sentir bem os cortes, mas ainda assim é um dos meus filmes favoritos, por sempre me fazer lembrar da história completa.  E claro porque adoro o meu outro Mr. Darcy, que nessa adaptação é interpretado por Matthew Macfadyen. *————*”
Para quem for assistir essa versão, recomendo procurarem pelo final alternativo (Não sei se no DVD daqui tem, mas em fim no youtube tem ;D~), pois a meu ver a versão simples acaba de um jeito muito “ahhhh, já???”, já o final alternativo, é fofinho de mais (Mas o do livro é melhor ;P).

Em fim o livro também tem mais varias adaptações:
Uma americana de 1940(sim em preto e branco) , porem essa eu não assisti ainda, e quem sabe um dia néh? Porque 1995 já foi um bom salto néh? (quem falar da minha idade apanha ;P).[+aqui]

E outra de 2004 com o titulo de “Noiva e Preconceito” sendo uma versão moderna de Orgulho e Preconceito. Onde Elizabeth é uma jovem Indiana e Darcy um americano preconceituoso sobre a cultura indiana. [+aqui]

Entre varias outras em cinema, televisão e teatro… [+aqui]

Mas seja qual você escolher, eu realmente recomendo de todo o coração essa história linda que é um deleite para os olhos e para os corações.
E claro para todas as mulheres que estão à procura de cavalheiros, nada melhor que conhecer Mr. Darcy.  ;D~

E pra quem já conhece a historia, recomendam ou não recomendam? Por quê?
E aos que não conhecem espero tê-los inspirado. ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: